Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Narrador em Sex Mar 06, 2015 7:17 pm



Sabemos que a rede Kempinski é excelencia, mas este hotel combina com o romantismo de St Petersburgo...

As margens do rio Neva este hotel denota toda beleza de uma estrutura antiga barroca. Os turistas que passam por aqui não reclamam da administração local, que tratam não só estes, como os de residência fixa de um modo nunca visto em outro lugar.

Localizado a poucos passos do Museu Hermitage, a Praça do Palácio e Nevskiy Prospect.
Serve excelente café da manhã com fartura e muitas variedades.
À tarde há sempre música ao vivo (piano ou violino)
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 150
Data de inscrição : 18/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Narrador em Sex Mar 06, 2015 7:44 pm

Apesar do corvo ter relatado sobre uma festa que acontecia no restaurante do prédio, nenhum movimento de carro era visto além do normal.

Subtende que a festa estava em seu auge e todos os convidados estavam todos bem acomodados em seus lugares.

Tudo isso é visto por alto, Jane mal virou a esquina. Certamente os carros eram estacionados em um local a parte por alguém que era pago só para isso.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 150
Data de inscrição : 18/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Ricardo Rage em Sex Mar 06, 2015 11:23 pm

ETHAN - TURNO

*Ethan diz para o Corvo*

-Entendo, fique observando todas entradas e locais de acesso para onde o alvo está. Tente identificar quantos seguranças vigiam esses locais e a natureza(humano/carniçal/vampiro/etc...) de cada um deles. Nos mantenha informado sobre qualquer novidade relevante...

*O Lua Nova estava mais quieto do que de costume, mas já era esperado, contatar o corvo exigia mais atenção de sua parte. Porém, estava atento a todo trajeto que Jane utilizava para conduzir a van. O desconforto de andar em um veículo apertado também era sentido por ele, mas comprado com tudo o que já sentiu nos Cárpatos, aquilo era luxo!*

- Gente, pelo jeito existe muita movimentação no local, é uma festa. Deve haver outros vampiros convidados, cada um com seus próprios carniçais, "escravos de sangue" que geralmente possui alguma habilidade sobrenatural semelhante a de seu mestre vampiro. São  mais perigosos que humanos comuns, e não exitarão de agirem como seguranças...

...Sei que o nosso tempo é curto, mas não vejo um panorama favorável se resolvermos entrar lá e capturarmos nossa presa a força. Faríamos muita bagunça com certeza, e levaríamos muitos deles junto conosco, mas a chance de completarmos nossa missão é extremamente baixa.


*Ethan falava enquanto observava o hotel pela janela da Van*

-Não sei o posicionamento que a matilha irá ter e independente do que escolherem, estarei com vocês no que decidirem. Mas peço que levem em consideração as palavras de alguém que cresceu sobrevivendo as ameaças desse tipo de Cria da Wyrm...

...Ao lidar com Cainitas, o silêncio e discrição é sobrevivência. Nossa brutalidade e selvageria, precisa ser breve e executada no momento exato. Quando menos esperarem, devemos "desaparecer" como fantasmas. Rapidez, discrição e precisão...significa sobreviver ao lidar com Vampiros.


*Ethan falou como um Senhor da Sombra originário do leste Europeu, território onde a tribo dos Netos do Trovão luta contra os Vampiros Tzmiscies por milênios. Tentou transmitir um pouco do que aprendeu sobrevivendo a uma guerra milenar entre ambas as raças. Os dois lados reivindicam ter o direito de posse daquele território, tantos os Vampiros como Garous, aprenderam as táticas e truques de sua raça rival.*

*A forma como Ethan se expressa, passa a convicção de alguém que teve sua existência moldada pela forja do derramamento de sangue e intrigas resultantes dessa rivalidade de Garou vs Vampiros*
avatar
Ricardo Rage

Mensagens : 40
Data de inscrição : 21/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Steve Mandrake em Dom Mar 08, 2015 2:18 pm

Darkness - Matilha

Cansado de segurar o maldito mapa ele apena amassa o papel e o joga no interior do veículo. Em frente ao Hotel os pelos dos braços e dorso já se arrepiavam. Sua pupila dilatada e suas narinas contraindo repetidamente, mostravam que o lobo arrancaria a porta do furgão a qualquer momento.

"-Se Matilha não querer guerra agora, é bom sair daqui... Ou pode soltar lobo e voltar depois!"

Falava de forma ameaçadora, entre os dentes, rosnando entre os verbos. A lua cheia no céu deixava claro que o Ahroun não estava brincando...
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Jane Osso Duro de Roer em Dom Mar 08, 2015 4:46 pm


Darkness mostrara o mapa da forma correta e quando o amassa realmente já não era mais necessário pois haviam adentrado na rua onde o tal estava localizado.

Concorda com um leve menear de cabeça com Ethan , ela também já brincara de gato e rato com alguns vampiros.

Por fim sua primeira reação após estacionar é a de levar seu braço ao ombro de Darkness com todo o cuidado que aquele momento pede. O encara e desfere com calma e precisão suas palavras.

- Segura tua onda guerreiro , hoje nós vamos te dar o que você quer.

Suas palavras são firmes e enigmáticas.

Liga novamente o veículo e vai se aproximando da entrada do hotel devagar mas não ao ponto de chamar qualquer atenção , queria apenas observar mais de perto pontoa de entrada e saída do prédio , pessoas e o possível andar em que possa tá acontecendo a tal festinha.

Segue pela rua dando a volta no quarteirão e voltando para a mesma posição , ou seja , uma distância não muito chamativa. Então decide expor sua idéia.

- Vamos ficar aqui e esperar , nosso alvo principal deve sair cheio de segurança ou dormir aqui. Mas se for uma festa de membros , outros sairão e nem sempre terão acompanhantes. Vamos seguir e atacar um desses !

A garou é provavelmente uma das mais jovens do grupo , mas não gostaria de sair dali sem um pouco de emoção.

Espera a aceitação da matilha.

avatar
Jane Osso Duro de Roer

Mensagens : 48
Data de inscrição : 31/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Steve Mandrake em Dom Mar 08, 2015 5:58 pm

Darkness - Jane / Matilha

Darkness chega a dar um leve "pulo" quando é tocado. Ouvia o que a Roedora falava como algo distante. Apesar de conseguir entendê-la, trabalhava naquele momento em equilibrar seu racional com seu instinto. Meneava de forma positiva a cabeça sem nada dizer.
O ar na cara ajudava a refrescar as ideias, mas permanecer próximo aquele local era complicado...
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sahasrara - Matilha

Mensagem por Sahasrara em Ter Mar 10, 2015 8:12 pm

O som agudo dos freios desgastados é o primeiro sinal de que estavam enfim estacionando, a sensação de que a Wyrm lhe flanqueava confirmava que não se tratava mais de apenas um sinal vermelho, e sim da estação final.

O Portador da Luz Interior abre os olhos, interrompendo a meditação, faz o reconhecimento do local enquanto ouvia as conclusões de Ethan, o destempero de Darkness e os planos de Jane.

Não achava prudente estarem ali, mas já que estavam, não conseguia imaginar que fosse por acaso. Nunca acreditou no acaso e se estavam ali, provavelmente o Imperador de Jade tinha um plano para eles.

Refletiu tentando desvendar a vontade do mestre dos mestres e mesmo num curto espaço de tempo, concluiu que só podia concluir, vendo. Só vendo poderia saber dos perigos do ambiente, mesmo para os invisíveis era preciso ver, não necessariamente com os olhos carnais. Sendo assim, fitou uma das janelas do veículo, logo atrás de sua nuca, e mergulhou lá a face, como um jovem que procura peixes na lagoa. Do outro lado, não viu nada, mas percebeu tudo, ou quase tudo. Parecia a penumbra de sempre, mas haviam perigos escondidos nas sombras, não viu um fantasma sequer, mas sabia que estavam lá.

Ao retornar suas atenções para o mundo físico, respirou fundo recompondo-se da sensação de enfiar a cara num lago congelante, e após recuperar o fôlego, disse: - Talvez estejamos sendo olhados de perto, ou não. Talvez nossa presença já tenha sido anunciada para o nosso alvo... Ouviu o vento balançando as folhas congeladas das árvores em direção ao hotel, e continuou, dessa vez num tom mais assustado: - Ouviram isso? Pode ter sido um mensageiro deste sanguessuga. Não podemos ficar aqui, estamos à mercê. Ou vamos para a penumbra onde os fantasmas não nos alcançam, ou vamos embora daqui!

-----------------------OFF-----------------------
Sahasrara rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para espiar que resultou 2, 9, 6, 10, 1, 7 - Total: 2 Sucessos
Sahasrara rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 7 para inteligência que resultou 6, 6, 10, 8 - Total: 2 Sucessos
avatar
Sahasrara

Mensagens : 48
Data de inscrição : 19/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Odio Profundo em Ter Mar 10, 2015 8:44 pm

Odio gosta da ideia de chutar a porta e bater na cara de quem quer que esteja lá, mas é uma ideia estupida. Na verdade ele estava devagando sobre como seria divertido dinamitar os pilares estruturais da mansao e a ver cair, matando quem escapasse dos escombros...

"Seria legal se Jane tivesse dinamite no porta malas" - Suspira pra si mesmo... " Uma mulher que carrega dinamites no carro é pra casar!"


Ia ser divertido pensa (explodir a porra toda), mas logo se depara com a incógnita sobre como a operação deve começar. Certamente o local não seria desprotegido a ponto de convidar uma operação de assalto contra algum convidado... Odio aguarda a opinião de Ethan sobre melhores sugestoes, e ao Sahasrara comentar sobre a umbra Odio torce para que os vampiros não tenham a mesma familiaridade com a Umbra que os Garous...

-Ethan, precisamos de mais informações da segurança...Um sniper com bala de prata mataria qualquer um de nós, bem rapidinho... Sahasrara tem certeza que a Umbra é segura? Nenhum espirito da Wyrm "Abençoou" esse bastardo? To achando tudo meio estranho



avatar
Odio Profundo

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Ricardo Rage em Qui Mar 12, 2015 10:07 am

TURNO - ETHAN

*Enquanto Jane se aproximava do Hotel a mesma sensação de insegurança que Sahasrara e Ódio Profundo compartilhavam também tomava conta de Ethan. A Roedora era tempestuosa, apesar de parecer ter intimidade com o território, talvez isso a deixa-se segura a ponto de conduzir o veículo até lá. Mas tudo estava muito estranho. Não havia um evento social badalado para "mascarar" o encontro de cainitas, como é de costume em hotéis de luxo. Também não havia movimentações de carros e pessoas que poderiam ser possíveis carniçais. Nesse tipo de situação essa tranquilidade toda anunciava perigo*


*Darkness já tinha definido bem seu propósito ali. É muito bom ter alguém que seja capaz de levar destruição bruta na direção de vampiros, ao menos aparentava ser o tipo de "fera" que soltamos na direção do alvo quando as coisas ficam difíceis.*

*A ideia de permitir que Darkness vá na frente para causar alvoroço o suficiente para que o restante da matilha se infiltra-se no Hotel pela umbra parecia ser viável. Levando em conta que a maior dificuldade do plano é convencer alguém ser a "bucha de canhão", para Darkness isso não parecia ser problema algum. Mas a fera é capaz de reconhecer os seus próprios limites a ponto de saber o momento de se retirar da batalha? Não seria nada honrado enviarmos para a morte o nosso lobo, nem muito sábio desperdiçar a própria vida num plano desses.*
avatar
Ricardo Rage

Mensagens : 40
Data de inscrição : 21/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Ricardo Rage em Qui Mar 12, 2015 10:16 am

TURNO - ETHAN

*Responde ao Ódio Profundo*

-Ainda estou aguardando o Corvo me dar mais detalhes, assim que ele souber de mais alguma coisa repasso para todos vocês....

*Então Ethan para de falar quando percebe que o Portador da Luz demonstra preocupação após observar a penumbra. Desde cedo o Lua Nova aprendeu a não ignorar os avisos de seus Theurges, e Sahasrara parecia convicto de que algum perigo eminente estava prestes a nos "alcançar". Aquilo deveria ser levado a sério, apesar de ser Ragabash, Ethan viveu o suficiente para entender a lidar com alguns espíritos específicos, portanto sabe a importância de se ater aos avisos espirituais sejam eles qual natureza for. Não seria sábio ignorar o estado de alerta de Sahasrara.*

-Estou com o Theurge, o local está muito quieto, nossa movimentação será a única coisa que irá chamar atenção em um local tão tranquilo. Aqui fora nós somos as presas e eles os caçadores.
avatar
Ricardo Rage

Mensagens : 40
Data de inscrição : 21/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Jane Osso Duro de Roer em Dom Mar 15, 2015 1:08 pm

Jane não se mexia, parecia bem concentrada na entrada e saída de pessoas do local. Ouve o theurge sem demonstrar reação alguma, talvez os planos de passar a noite ali e seguir alguém suspeito para captura tivessem que ser desviados para outra direção.

Em seguida Ethan se manifesta em apoio ao oriental, realmente tudo fazia sentido afinal como disseram no caern, eles possuem uma forte feiticeira junto deles e esses caras não brincam quando o assunto é a sua própria segurança. Talvez ela estivesse aí dentro e quem sabe que tipo de armadilhas ou rituais usou para proteger aquele lugar.

Pela tranquilidade do local eles chegaram um pouco tarde para captar a entrada de membros, pois todos já pareciam acomodados dentro do local, o que a preocupava é que na umbra talvez não estivessem tão seguros assim.
Então se comunica mentalmente com o grupo

"- Vamos para a umbra!"

Observa o alpha que continua calado sem reação, esperava não parecer alguém que quisesse transpor suas vontades a do líder, mas o jeito sempre calado deste a  irritava por demais. Mas como não o conhece a fundo talvez fosse apenas seu modo de agir, afinal  a responsabilidade sobre o sucesso daquela missão recairia principalmente sobre ele, mas também considera que ficar parada diante da visão do theurge talvez não fosse o mais prudente continuar por ali.

Entretanto, não deseja perder nenhum lance, seja ele no mundo físico ou no mundo espiritual.

"- Só me esperem que preciso fazer uma ligação. "

Liga o carro novamente e sai de lá indo na direção da próxima quadra, cerca de 01 a 02 Quilômetros dali.

Procura estacionar num beco pouco movimentado e aparentemente sem ninguém. Então desce do carro.

Do lado de fora começa a falar sozinha.

- Venham logo meninos...

Mensagem no Bip.

#Luizinho, Zezinho e Huguinho, estou a uma quadra do Hotel  Kempinski Hotel Moika que fica as margens do Rio Neva. Vou deixar aquele carro que fui aí aqui, venham buscá-lo. Muito cuidado no local, movimentação de chupa-chupa se  possível investiguem alguma coisa e me esperem voltar com MEUS AMIGOS (realça o final para eles saberem que ela não está sozinha. Beijos!#

Espera a decisão do grupo, se tiverem que entrar na umbra ali talvez fosse mais seguro.


Última edição por Jane Osso Duro de Roer em Dom Mar 15, 2015 1:15 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Correção)
avatar
Jane Osso Duro de Roer

Mensagens : 48
Data de inscrição : 31/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sahasrara - Alpha - Todos

Mensagem por Sahasrara em Dom Mar 15, 2015 3:27 pm

Sahasrara continuava inquieto, observando as ruas e principalmente as janelas do hotel, esperava que a qualquer momento, um olhar discreto por entre as cortinas viesse verificar a veracidade dos fatos cochichados por entidades do mundo invisível. Quando deu por si, lembrando da pergunta que o ALpha havia feito há poucos instantes, respondeu:

- Não há como dar certeza de nada. Não posso assumir a responsabilidade ao asseverar a segurança da umbra, afinal, já fomos avisados que lá não tem estado seguro ultimamente. Só estou falando que, considero menos arriscado do que aqui, neste momento e em relação ao nosso alvo atual. Mas, podemos muito bem nos deparar com outros perigos que não estão ligados à missão, por exemplo. Responde, ainda dirigindo olhares preocupados para as janelas do hotel.
avatar
Sahasrara

Mensagens : 48
Data de inscrição : 19/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Steve Mandrake em Seg Mar 16, 2015 11:46 am

Darkness (Hominídeo / Glabro) - Matilha

Intolerante a covardia pela própria natureza de sua Tribo, o Cria de Fenris se irrita ainda mais com o tom de assustado do Theurge. A medida que rosna, sua forma física passa por alterações, os pelos em seu corpo se tornam mais espessos, sua altura atinge 230 cm fazendo-o curvar ainda mais a cabeça, e sua musculatura cresce consideravelmente fazendo com que seu corpo passe a pesar 350 kg, jogando a suspensão dianteira do veículo ao solo.

Olhando sério para o oriental, e com a voz ainda mais grossa e gutural, seguida de rosnados comum a forma, fala na língua Garou:

"-Grrr... Garou deve controlar medo, e não medo controlar Garou! Grrrr... Se não se mostrar caçador, inimigo vai ver você como caça... Grrr... O que você é afinal?"

Abria então a porta e saia do veículo sem esperar uma resposta, observando o ambiente e farejando o ar. Já estava preparado para um possível confronto.
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Takashi (glabro) - Darkness - Todos

Mensagem por Sahasrara em Seg Mar 16, 2015 2:43 pm

A noite fria e cinzenta já havia se tornado arrepiante desde as más notícias da assembleia e sob o mau agouro dos serviçais fantasmagóricos daquele sanguessuga, tudo parecia estar pior. A primeira missão do Cliath Portador da Luz Interior, havia por um momento, pesado mais que deveria e quando Darkness levantou a voz, pôde sentir a lanhada dolorosa do seu mestre, aplicando-lhe irritantes e construtivas doses de dor com sua vara de bamboo, sempre que fraquejava. Aquela havia sido uma varada, dessa vez, vinda de um Cria de Fenris de posto alto, mestre numa situação como aquela, em que estavam prestes a enfrentar um inimigo em potencial.

Inflou os pulmões diante da dolorida represália do Ahroun e meneou a cabeça em concordância, fitando-o nos olhos: - Tem razão. O medo deve ser um servo, não um mestre. Com a raposa devidamente enjaulada, posso reafirmar a sabedoria do meu conselho. Somos presas aqui, nesse momento.

E então, copiando o guerreiro de Fenris, Takashi assume também a forma Glabro, aumentando consideravelmente desde a musculatura até a forma dos ossos, à medida que ganhava feições mais próximas de um neandertal.

--------------------------Off--------------------------
Sahasrara rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 7 para glabro que resultou 6, 8, 7, 6, 4, 8 - Total: 3 Sucessos
avatar
Sahasrara

Mensagens : 48
Data de inscrição : 19/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Narrador em Seg Mar 16, 2015 3:17 pm

Narração - Ethan

"_Garras e asas, estou abandonando a missão, estou sendo perseguido...

Crac crac..."

O Garou das sombras se arrepia com a mensagem inesperada do corvo, que pelo que sente, estava sendo atacado por malditos. Pelo menos três são sentidos antes de ser abatido.

Em um dado momento o Garou dos senhores das sombras sente que seu corvo não mais existe. Foi destruído, e como não pode retornar ao seio do senhor dos trovões, sua existência foi banida pra sempre.

Neste instante Ethan descobre da pior forma o que a barreira criada pela bruxa representa.

...

Narração - Jane

#estamos a caminho...

...
Narração - todos


Ao mudar de forma Darkness sente o mal que causa a estrutura interna do furgão. Seu peso faz o aço do banco ranger e o espaço lhe falta ali dentro, estava sufocado e precisava mesmo sair. Ao sair o amortecedor da graças a deus por aliviar tamanho peso.


Naturalmente Darkness já era enorme; sua forma glabro era mais forte que o crinos de muita gente, na verdade seu tamanho nesta forma já era do tamanho de um crinos pequeno.

Todos, em especial Jane que estava logo ao seu lado, observam a cena estarrecidos com tamanha força. Sim, todos estavam intimidados, segurar Darkness ali sem lhe dar ação seria uma tarefa Dantesca.

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 150
Data de inscrição : 18/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Odio Profundo em Seg Mar 16, 2015 4:41 pm

Parecia que cada vez mais a invasão seria mais dificil. Agora com o Corvo abatido ficamos sem informações... Odio percebe a tensão dos companheiros de matilha e suspira fundo olhando pra Ethan, pois parecia que ambos esperavam mais antes de implodir o lugar. As opções estão se limitando e Odio  perde a linha de pensamento quando e pressionado contra o vidro pelo triceps de Darkness...

- A umbra é perigosa mas ao menos podemos usar nossas formas plenas de batalha antes, e quem sabe ate fazer um ataque surpresa entrano no hotel pelo plano umbral...

-Ethan o que acha? Acho que temos um consenso...


Odio abre a janela, respirar faz bem antes da batalha.

Reitera:

- Aqui somo alvos faceis, o Darkness mais facil ainda. Dificuldades teremos de qualquer maneira.
avatar
Odio Profundo

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Jane Osso Duro de Roer em Seg Mar 16, 2015 5:20 pm

Jane só confirma com a cabeça. Pega sua mochila dentro do furgão, deixa a chave no porta luvas.

"Só espero que os rapazes não demorem "

Caminha de um lado para o outro, seu pisar é silencioso se mantém sempre olhando em todas as direções com seus sentidos aguçados ativos.Em seguida se volta para o grupo.

"- Não esqueçam de uma coisa , um alvo. Vivo ! Essa é a missão. "

Encara o gigantao e na cabeça dele e dos outros sua voz volta a ecoar.

- Ah e você vai pagar o estrago no carro.

Estranho a garota não se intimidar com o tamanho ou com a ira do fenrir e manter uma postura de liderança. O tempo todo ela parece se divertir com tudo aquilo , comportamento atípico até mesmo para um roedor de ossos.

Espera o sinal para partirem para a umbra , mas ficaria por último para quem sabe assim ainda encontrar um de seus comparsas.
avatar
Jane Osso Duro de Roer

Mensagens : 48
Data de inscrição : 31/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Ricardo Rage em Ter Mar 17, 2015 11:04 pm

ETHAN - TURNO

*Ethan respira fundo com pesar. Abaixa a cabeça em remorso por não ter tido a oportunidade de pagar a divida que ficará sempre em aberto com aquele fiel StormCrow. O espírito estava destruído. A sensação de assunto mal resolvido não iria passar tão cedo*

-Sinto muito matilha o corvo foi...Destruído. Antes de ser abatido por três malditos que estavam na penumbra, ele me fez o último relato. A umbra não é seguro, está repleta de espíritos da Wyrm.

*Ethan já olhava para o grupo com desânimo. Seja na Tellurian ou na Umbra, aquele plano tinha as chances muito baixas de dar certo. A sorte não estava favorável, o Ragabash sentia que estivesse vendo um "filme" repetido, daquele quando anciões enviam uma matilha mais jovem para a morte enquanto desviam atenção do inimigo para assuntos mais importantes.*

-Se quiserem tentar a sorte lá, eu irei com vocês. Mas StormCorws estão entre os espíritos mais poderosos do Avô Trovão, se ele foi destruído pelos espíritos de lá, estejam preparados por uma boa luta....


*Ethan abre a porta e sai pela lateral da Van. Fica alguns segundos em silêncio, obviamente percebia toda a interação do grupo. A preocupação do Portador em lidar com a tempestuosidade do Lupino que estava prestes a retalhar algo. O alfa teria que se esforçar muito para manter esse grupo unido, se conseguir, fará jus a estirpe nobre que ostenta*

-Ódio profundo se a intenção entrar na umbra e sair de lá rapidamente antes de ser notado pelos espíritos garanto que sou plenamente capaz. Mas agora entrar na umbra e ter tempo para rastrear e encontrar adequadamente nosso alvo ANTES que os espíritos percebam, bom, não lhe garanto, o corvo era melhor do que eu nisso.... Provavelmente não irei conseguir. Mas como já afirmei, irei segui-los na decisão que tomar!

*Mas Jane tinha intimidade com o lugar, aprecia conhecer melhor a região, além do mais Roedores nunca estão sozinhos. Talvez ela pudesse aumentar nossa vantagem e parecia estar se "mexendo" pra isso. O jeito era confiar nela*
avatar
Ricardo Rage

Mensagens : 40
Data de inscrição : 21/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Takashi - Ódio-Profundo - Todos

Mensagem por Sahasrara em Qui Mar 19, 2015 1:51 pm

Se pôs para fora do carro, à exemplo dos companheiros de matilha, portando-se agora cabisbaixo como quem tenta esconder o semblante obtuso por de trás dos cabelos escorridos.

Já havia decidido rasgar a película, dando oportunidade para seus companheiros de matilha sumirem dali. Virou-se então para a superfície metálica do veículo que estavam, onde pretendia usar como espelho, embora não estivesse tão polida. Esticou o braço, tocando o metal e concentrando-se no mundo dos espelhos, quando ouviu os relatos de Ethan.

Nesse momento, em que haviam múltiplos caminhos a seguir e que estavam todos expostos à mesa, resolveu parar de aguardar e perguntou diretamente: - E então, Ódio-Profundo, o que faremos?
avatar
Sahasrara

Mensagens : 48
Data de inscrição : 19/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Steve Mandrake em Qui Mar 19, 2015 3:59 pm

Darkness (Glabro) - Matilha

O Ahroun continua olhando ao seu redor, enquanto ouve a Matilha discutindo pontos de vista e opiniões avulsas, enquanto o Alpha se mantém inerte.

"-PRESAS DE PRATA!!! Grrr..."

Fala o lobo em um tom de voz alterado, enquanto continua observando e farejando o ar.

"-Não tem nenhum inimigo perto de Matilha, mas isso poder mudar já! Para de jogar liderança na mão dos outros e decide de uma vez, aqui ser toca do inimigo, lugar de agir e não de conversar. Grrr..."

Olha então nos olhos de Ódio-Profundo e termina:

"-Um Espírito já morrer e nada ser feito, mais quem precisar morrer? Se Alpha não liderar já, Darkness vai assumir no lugar!"

O aviso estava dado e um bom Ragabash saberia que não era um blefe.
avatar
Steve Mandrake

Mensagens : 31
Data de inscrição : 18/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Odio Profundo em Sab Mar 21, 2015 12:31 pm

Ódio deixou claro sua intenção de partir pela umbra, Ethan estava pesaroso o que fazia Odio buscar justiça em nome do corvo da tempestade. Estavam entre a lança e a espada qualquer das duas decisões levariam a perigos.

- Prefiro a Umbra mesmo assim, acredito que aqui teremos mais fatores para se preocupar. Darkness, tambem estou ansioso mas preciso tomar cuidado com a decisão pois se fossemos apenas nois dois eu preferiria entrar pela porta da frente e uivar avisando que a morte chegou. Vamos entao a umbra e se por acaso for apropriado sairemos para a tellurian. Ja sabemos que a umbra esta quieta mais está ocupada com malditos. Vamos honrar o espirito que nos ajudou se encontrar mos esses malditos. E tirem ja essa cara de apreensão do rosto, somos todos guerreiros de Gaia e a melhor chance daquele caern moribundo, nao permitam que vacilem seus corações agora ou ja entraremos na casa da wyrm com deficiência moral. Eu acresito em voces e sem pestanejar confio minha vida nas maos de vocês pois voces sao capazes, acreditem vós tambem em si mesmos e vamos mostrar a wyrm que Gaia vive vence, se ainda assim falharmos podemos pegar outro lacaio menor para assegurar o ritual do caern mas, uma coisa garanto, nao sairemos daqui sem alimentar a terra com o sangue da wyrm e sem o material do ritual....


avatar
Odio Profundo

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Sahasrara em Sab Mar 21, 2015 2:18 pm

“se fossemos apenas nois dois eu preferiria entrar pela porta da frente e uivar avisando que a morte chegou...” Aquela frase não havia ecoado bem na mente do Portador da Luz, que não gostava de ser menosprezado como parecia ser a intenção da frase. Era isso, ou o Alpha era pouco inteligente para saber que mesmo que fossem apenas os dois, o real problema de se fazer isso é o véu, e não os outros membros da matilha.

Mas não queria causar qualquer tipo de discórdia num momento crucial como aquele. Guardou o amargor daquelas palavras para si, meneou negativamente a cabeça, deixando claro que não concordava com algo, para finalmente abrir a película (depois de uma rápida checagem visual, para saber se a barra tava limpa) pela lataria do veículo que não estivesse virada para a rua, e sim para a calçada.

As divisas espirituais se abrem ante o toque de Takashi, espantando do outro lado as odiosas aranhas padrão. Passou então pelo caminho, tomando o cuidado de deixa-lo aberto para os demais.

-------------------------------------- OFF --------------------------------------
Continuo no tópico da umbra
Gasto 1 de gnose.
avatar
Sahasrara

Mensagens : 48
Data de inscrição : 19/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Jane Osso Duro de Roer em Sab Mar 21, 2015 4:17 pm

Jane nem liga para a resposta do Alpha, que tenta fervorosamente lidar com aquele garou que mais parece uma bomba relógio.

Seu olhos rastreavam qualquer ameaça que pudesse impedir a passagem para a umbra naquele momento e mais que isso. Se seu amigos chegariam a tempo de levar o veículo para um local seguro.

Com o olhar pesaroso em direção à saída do beco ela assume a dianteira logo atrás do oriental e entra no portal para o mundo espiritual.
avatar
Jane Osso Duro de Roer

Mensagens : 48
Data de inscrição : 31/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Jane Osso Duro de Roer em Sab Mar 21, 2015 4:21 pm

Off : Gasto 1 de gnose para a passagem.
avatar
Jane Osso Duro de Roer

Mensagens : 48
Data de inscrição : 31/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Odio Profundo em Dom Mar 22, 2015 6:03 am

Off: gasta 1 de gnone. E passa
avatar
Odio Profundo

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel de luxo - Kempinski Hotel Moika [As margens do Rio Neva]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum